My Visitor's Origins ;)

sábado, outubro 20, 2007

Olá mundo solitário...

Depois de um mês de grandes emoções, o que nos resta quando chega tudo ao fim?...

Chamem-lhe auto-comiseração, chamem-lhe o que quiserem, mas a verdade é que quando a esperança acaba, o desespero surge de imediato.

Até ao dia de ontem, havia esperança.
Até ao dia de ontem, sempre pensei que fazia "parte do teu mundo" e "do teu coração"...

Mas tu dizes-me que não consegues mandar no teu coração... e dizes que "gostas de mim, mas não como dantes"...

Uma oportunidade... foi o que te pedi para te provar que o teu coração está errado, que foi "corrompido"... Mas não ma deste. E ainda bem.
Posso estar a ser egoísta, mas de futuro vais-te aperceber disso... e eu só espero que não seja tarde demais...

Sabes porquê?! Porque gosto de ti... e vou esperar por ti...

Sonho acordado no meu dia-a-dia contigo...
Vejo-me numa ilha... numa ilha linda, verdejante, com tudo o que de bom se pode ter... o verdadeiro paraíso... Mas nessa ilha, só lá estou eu... e penso: "Para quê viver no paraíso, se a única coisa que verdadeiramente quero, preciso, ambiciono, não a tenho?".

Só me faltas tu... "Só tu"...
"A falta que me fazes"...
Como te quero... como me dói!!!...


A subtileza de um olhar teu... a discreção de um sorriso teu... a ternura do teu beijo... o arrepio do teu toque... o conforto do teu abraço... tudo isso acabou...!

Porra!!! Mas porquê?! Porque raio é que eu me entrego assim a alguém?! Não mereces o meu amor, não mereces o meu carinho, nem tão pouco mereces que esteja neste momento a ser sincero sobre o meu sentimento do "agora".

Terá sido carência?! Não, com certeza...

O que se terá passado então, para eu ter sucumbido perante tal pessoa, com tal sentimento?!
Não sei... não consigo entender-me a mim próprio...
Sei algo: Tudo isto passará a ser saudade...

E o meu melhor amigo passará a ser a solidão... a pura solidão que me acompanha sempre nos momentos piores da minha vida...
Sim... a solidão acompanha-me nestes momentos tão cruéis. À primeira vista, isso será algo horrível...

De todo! Na realidade, saber que depois de um término de relação (seja ela de que tipo for), podemos e vamos contar com apenas uma coisa: a solidão - torna-se ao longo do tempo uma certeza e um hábito para nós mesmos... para MIM MESMO.

E daí?... Daí que ao longo do tempo passemos a ser mais reflexivos... mais solitários, mais emocionalmente estáveis enquanto pessoas solitárias... e etc e tal.

Já dizia a Björk, "I've seen it all", e tem razão. Já vi tudo... já vi tudo o que tinha para ver... agora vivo um dia de cada vez, e sempre a alimentar o meu pequeno grande mundo solitário... Solitário, mas rico em experiências, com alguma sabedoria... um mundo em que eu quero pensar onde sou feliz =)

Viverei desta forma enquanto esperar por ti...
Até lá, "Vou-me embalando só pra não sentir a dor que tenho por te não ter"...

Até lá... como te vou amar... *

1 comentário:

B disse...

Gostava de conhecer essa pessoas por quem esperas, de quem gostas....nao sabe o que perde... a pessoa maravilhosa que és...!!!
Eu adorava ser essa pessoa, por quem esperas e que vais amar...