My Visitor's Origins ;)

terça-feira, novembro 18, 2008

Não quero um beijo... quero O beijo! Dá-mO!

Um beijo.



Tão bom...
Tão terno...
Tão quente...
Tão molhado...
Mas também forte. Também violento q.b.



Um beijo.



Um acto físico... com uma conotação que me é tão especial.



Correndo o risco de parecer cliché, um beijo para mim é algo muito mais para além simples físico.



É bom. Dá pica. Dá, como se costuma dizer, "tesão". Muito. Mima-nos o Ego, que tanto precisa de ser alimentado nos dias de hoje...




Mas...






É TÃO MAIS ESPIRITUAL!!!




Eu beijo. Adoro beijar.



Beijar aquela pessoa que conheci faz tempos, e que despertou a "típica química"...

Beijar aquela pessoa magnífica por quem me apaixonei...
Beijar o amor da minha vida que nunca encontrei...




Não quero um beijo.





Preciso DO beijo!





Preciso do TEU beijo...




Sentir o teu lábio superior no meu lábio inferior... o abrir simultâneo das duas bocas sedentas...





Enrolar a minha língua na tua, com aquela "coreografia XPTO" que só tu e eu sabemos.

Estar fortemente abraçado a ti, enquanto trocamos esta mostra de afecto.



Preciso de mordiscar-te o lábio inferior e partir rumo à tua nuca e beija-la incessantemente, com aquela força q.b. que tu deliras, mordisca-la, lambe-la, percorrendo o teu pescoço, até chegar à tua orelha, lamber os seus contornos, e acabar dizendo-te ao ouvido que te quero.





E depois disso... continuar a beijar-te... enquanto as mãos tocam, acariciam, mexem, apalpam, apertam, excitam todas as partes do teu corpo, numa espécie de turbilhão de sensações... físicas... e mentais...




Com aquela mescla de violência q.b. e carinho, que tanto nos desperta.



E aquele olhar. O olhar terno...




Mas um olhar também de cabrão... aquele olhar que te diz que está a adorar, mas que de uma forma animalesca, quer mais. E quer dominar-te...




Quero isso... Preciso disso...






Quero fazê-lo várias e várias vezes, sem fim. Fechar os olhos e deixar-me seguir viagem sem rumo, até entrar em êxtase contigo.





(Será isto socialmente incorrecto de se dizer?! Estarei eu a tornar-me numa pessoa amoral?! Não me condenem. Sou uma pessoa. De sensações e desejos como qualquer um. E sou socialmente correcto quando tenho de o ser. E sou Animal quando a hora da "transformação" chega... E tudo isto não passa de uma expressão de desejo...)



Vem...






Vem e dá-me o que tenho direito.




Sou Humano. Sou Animal!




Beija-me.

1 comentário:

Sara * disse...

Que importa o que é socialmente correcto ou incorrecto?
Será isso mais importante do que expressarmos aquilo que sentimos ?~
Duvido!
E duvido que hajam pessoas como tu, capazes de escrever dessa forma; de uma forma intensa e ao mesmo tempo simples e cativante .
Envolves as pessoas com as palavras e isso é muito bom .
Continua padrinho , é bom ter alguem na familia ' com veia de poeta ' :D

Quero ver'te bem e feliz com uma menina que te mereça muiiiitooo *

Beijinho godo , melhor padrinho =) *