My Visitor's Origins ;)

sábado, fevereiro 25, 2006

«AMIGO» a palavra quebra-cabeças

"Um dia a maioria de nós irá separar-se. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que partilhamos. Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das vésperas dos finais de semana, dos finais de ano, enfim... do companheirismo vivido. Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino ou por algum desentendimento, segue a sua vida. Talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe...nas cartas que trocaremos. Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices... Aí, os dias vão passar, meses...anos... até este contacto se tornar cada vez mais raro. Vamo-nos perder no tempo.... Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão: "Quem são aquelas pessoas?" Diremos...que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto! -"Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!" A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...... Quando o nosso grupo estiver incompleto... reunir-nos-emos para um último adeus de um amigo. E, entre lágrima abraçar-nos-emos. Então faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida, isolada do passado. E perder-nos-emos no tempo..... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades.... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Este texto não é da minha autoria...foi um texto lindo de um e-mail que me mandaram de Fernando Pessoa... sim, porque geralmente quando os e-mails estão repletos de texto a gente nem faz o Scroll Bar todo...limitámo-nos a Excluir...

De qualquer das formas, não foi isso que aconteceu comigo (o que não é norma), e deve ter acontecido por alguma razão em especial, dado que nesta fase tão conturbada da minha vida, perdi qual o significado da «amizade» relativamente ao âmago da sua palavra... e é com muita pena que digo isto... e é com tristeza enorme que me vou separar de pessoas de quem simplesmente ADORO... essas «estão lá», MAS O SENÃO é que nao podemos alterar o curso natural das coisas... mas gosto de vocês duma maneira abismal... dava a vida por vocês nem que para isso cagassem de alto...e vocês sabem o que quero dizer com isto...

1 comentário:

Mário disse...

Por muito que queiramos ou não,há pessoas que nos marcaram e ainda significam muito para nós que acabaremos por perder..Não que tenha de ser sempre assim!Mas o tempo e o espaço ajudam a transformar uma grande amizade em meros conhecidos..
Muitas vezes tentamos combater essa distancia,mas não depende somente de nós..E magoa ouvir constantemente um "não posso hoje" ou o também célebre "depois marcamos qualquer coisa"..
Nem todos os amigos de hoje serão os de amanhã..
Abraço